Como montar uma loja de artigos religiosos 

0
81

O público consumidor em uma loja de artigos religiosos é gigantesco. Sendo assim, abrir uma loja deste segmento pode ser muito lucrativo. 

Hoje em dia, o público que compra em lojas religiosas é muito maior. 

Incensos, cristas, artigos para seus rituais religiosos…são diversas as opções. 

Como pontos positivos da ideia estão a recorrência de compras, diversidade de produtos e o bom faturamento. 

Dessa forma, é um negócio possível de escalar com as vendas online, desde que tenha produtos de qualidade e bons fornecedores. 

Quer abrir a sua loja de artigos religiosos?  

Dicas para montar uma loja de artigos religiosos

Então leia este artigo até o final, pois eu vou falar sobre: 

  • Quanto custa montar uma loja de artigos religiosos? 
  • Capital de giro  
  • Faturamento e margem de lucro 
  • Fornecedores de produtos religiosos 
  • O que vender? 
  • Venda de artigos religiosos online 
  • Dicas para divulgar 

Quanto custa montar uma loja de artigos religiosos? 

O investimento inicial na loja está diretamente ligado ao capital de giro, que é capaz de corresponder a mais de 70% do valor inicial.  

Por isso eu não posso dizer que você vai gastar exatamente 20 ou 50 mil reais, porque depende do seu estoque inicial e caixa mínimo.  

Contudo, eu posso apresentar uma estimativa de valores próxima… E foi exatamente o que eu fiz, criei um plano financeiro completo. 

Use os dados que vou te apresentar para uma análise prévia e descobrir se o negócio está dentro das suas expectativas, mas faça o seu próprio plano com os dados específicos da sua ideia. 

Se não sabe como fazer, vou deixar o link deste vídeo com dicas, clique e veja!

Vamos aos números? 

O investimento inicial girou na casa dos R$ 23 mil reais. O valor foi usado assim: 

  • Estrutura inicial: R$ 11.500 reais 
  • Capital de giro: R$ 12 a R$ 12.500 reais, sendo R$ 9 mil reais de estoque inicial e R$ 3 a R$ 3.500 reais de caixa mínimo. 

Perceba, no entanto, que o capital de giro soma mais de 50% do investimento. 

O capital de giro da sua loja de artigos religiosos

O capital de giro deve ser calculado de acordo com as características próprias de cada negócio, pois varia conforme a estimativa de vendas, tempo de duração do estoque, prazo de reposição, percentual de vendas parceladas, entre outros fatores. 

Veja um exemplo prático. 

Na loja de artigos religiosos do exemplo eu considerei um estoque para 30 dias e o prazo de 5 dias para reposição de mercadorias, sendo assim, o estoque ficou em R$ 8.890 reais. 

Contudo, se eu alterar o tempo de duração para 45 dias e o prazo de reposição para 7 dias, o investimento aumenta para R$ 13.200 reais. Com essa mudança mínima a diferença já é superior a 40%. 

O mesmo acontece ao alterar os fatores que influenciam no caixa mínimo. Uma espécie de reserva financeira responsável por manter o negócio funcionando até que as vendas a prazo sejam efetivamente recebidas. 

O mapa mental e o plano de negócios  

Este é um bônus extra que resolvi te passar.  

Um plano de negócio é o que te conduz ao sucesso. Através dele você consegue reduzir os riscos e evitar possíveis erros.  

Além disso, o plano de negócios também é capaz de ajudar a sua empresa crescer.  

Deixo então este texto para você ler e entender o passo a passo de como fazer o seu plano de negócios e algumas dicas a mais.   

Tenho certeza absoluta que vai ajudar.  

Deixo aqui o Mapa Mental completo para você baixar. No texto acima, você também vai entender por que deve fazer uso de seu mapa. 

 

Faturamento e margem de lucro na venda de produtos religiosos 

O faturamento bruto ficou próximo a R$ 19.400 reais. 

No entanto, a margem de lucro líquido alcançou 33,3%. 

Ou seja, o proprietário tem em caixa cerca de R$ 6.200 reais depois de pagar todas as despesas do negócio.  

Faça seu próprio plano financeiro com a ferramenta que eu uso. Através dela você insere os dados básicos da sua ideia de negócio e os cálculos são gerados automaticamente. 

Além dos dados já apresentados e muitos outros disponíveis na ferramenta, ao final, você tem uma tela com resumo e gráficos dos principais números, por exemplo: 

  • Investimento 
  • Ganho líquido 
  • Margem de lucro 
  • Capital de giro sugerido 
  • Enquadramento tributário 
  • Produtos mais rentáveis 
  • Quanto precisa vender e faturar para pagar as despesas e começar a ter lucro 
  • E muito mais 

E não para por aí! Na aba de comparação de cenários você pode fazer alterações rápidas que impactam diretamente no ganho.  

Por exemplo, o que acontece se lançar uma promoção com 20% de desconto em todos os produtos e isso aumentar em 30% as vendas?  

Será que é vantajoso?  

E a resposta é não! Você teria um prejuízo de mais de R$ 1.500 reais. 

Conheça melhor o simulador clicando aqui neste link!

Fornecedores de produtos religiosos 

Logo abaixo eu vou deixar uma lista de fornecedores de produtos religiosos para revender. Você pode baixar e iniciar as suas buscas pelos melhores. 

Mas para escolher, sugiro observar fatores como: 

  • Preço 
  • Variedade de produtos 
  • Qualidade 
  • Prazo de entrega e reposição das mercadorias 
  • Formas e facilidades de pagamento 
  • Serviço de Atendimento ao Cliente 
  • Política de trocas e devoluções 

O que vender na loja de artigos religiosos? 

De fato existem muitas opções de itens religiosos e até de diferentes culturas.  

Eu selecionei alguns dos que apresentam mais demanda e que você deve ter em quantidade no seu estoque…  

São eles: 

  • Quadros 
  • Terços 
  • Medalhas de santos 
  • Escapulário 
  • Chaveiros 
  • Estatuetas 
  • Brincos, anéis e acessórios 
  • Livros e Bíblias 

Sendo assim, uma boa maneira de montar a lista de produtos para revender é acessar lojas online, verificar os produtos, quantidade de vendas e comentários de consumidores sobre o que gostariam de encontrar. 

Venda de artigos religiosos online 

As vendas online são formas de aumentar, e muito, o potencial de faturamento do negócio.  

Contudo, antes de se lançar nas vendas virtuais de produtos religiosos você deve fazer uma análise prévia e passar pelos seguintes pontos: 

  • O seu preço é competitivo ao ponto de ganhar espaço no mercado online? 
  • Para tornar seu preço competitivo você precisa reduzir sua margem de lucro? Mas isso impede de alcançar a sua expectativa de ganhos almejadas? 
  • Você está disposto a injetar dinheiro para se lançar no mercado online? Investir em anúncios, criação de sites e marketing digital? 

A partir daí você vai descobrir se trabalhar com vendas online pode ou não ser uma boa opção. 

Trabalhar de forma profissional com as vendas online e realmente alavancar o negócio, consolidando-se, exige um plano de marketing. Pense nisso! 

Agora, se você tem sua loja física e pensa em usar os meios online para potencializar as vendas locais e divulgar, agir dessa forma costuma ser uma boa estratégia de marketing. 

Investir em anúncios patrocinados e publicações em redes sociais costumam permitir alcançar milhares de pessoas com baixo investimento pois, acabam fazendo com que conheçam os produtos e se desloquem até a loja. 

Dicas para divulgar 

Você pode fazer um estudo de mercado e analisar o que funciona melhor na sua região, contudo, para ajudá-lo, eu separei as 3 estratégias que costumam trazer melhores resultados: 

  1. Fazer panfletagem e entrega de catálogo 
  1. Vitrine bem elaborada e chamativa 
  1. Uso das redes sociais, com publicações e sorteios 

Gostou das dicas que te passei? Espero ter ajudado. 

Se sim, compartilhe com amigos e conhecidos que também vão gostar. 

Agora, se você quer montar o seu negócio próprio, do zero, mas não sabe por onde começar, eu posso te ajudar. 

Basta deixar o seu recado aqui nos comentários ou entrar em contato comigo

Um forte abraço e até breve! 
 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here