Como montar uma clínica odontológica 

0
26

Abrir a própria clínica odontológica é o sonho de muitos formandos e dentistas já inseridos no mercado de trabalho. 

Hoje em dia as buscas pelas clínicas de odontologia aumentaram de forma considerável. 

Isso ocorre porque, alguns estão realizando procedimentos estéticos em seus estabelecimentos. 

Sendo assim, além dos serviços de rotina que um dentista pode realizar, pequenas cirurgias de correção podem elevar o seu lucro. 

Mas claro que, para isso, você precisa ter autorização legal. 

Ter o próprio negócio é ótimo, mas tem seus percalços também, e saiba que além de dentista, você precisará ser administrador. 

Leia agora as dicas para montar a sua clínica odontológica

Está pensando em montar o seu próprio consultório odontológico? 

Neste artigo eu vou tirar as principais dúvidas e falar sobre: 

  • Investimento 
  • Capital de giro 
  • Faturamento e ganhos 
  • Equipamentos e estrutura 
  • Localização 
  • Diferenciais competitivos 
  • Dicas de administração e gestão 
  • Marketing e fidelização de clientes 

Quanto custa abrir uma clínica odontológica 

Eu montei um plano financeiro completo para chegar a um valor aproximado de com quanto é possível começar o seu próprio consultório 

O investimento pode variar de caso para caso, principalmente em razão da marca dos equipamentos. Por isso, não posso dizer que você vai gastar exatamente 50 ou 100 mil reais.   

Assim, sugiro que use os dados que vou apresentar como base, uma estimativa, mas faça o seu próprio plano financeiro com as características da sua ideia de clínica odontológica. 

Se não sabe como fazer um plano financeiro, deixo este link onde você pode acessar um vídeo com dicas e passos, espero que ajude!

Vamos aos números? 

Os valores de investimento 

O investimento inicial ficou na casa dos 70 mil reais, utilizados assim: 

  • Equipamentos: 28 mil reais 
  • Gastos com estrutura, por exemplo, decoração, legalização, caução de aluguel, mobiliário, marketing, entre outros: 24 a 25 mil reais. 
  • Capital de giro: 18 a 19 mil reais, sendo 4 a 4.500 reais de estoque inicial e 13 a 14 mil reais de caixa mínimo. 

O estoque inicial corresponde aos materiais necessários para começar a prestar os serviços, já para a recompra, inseri no faturamento, em cada produto prestado, uma média de custo.  

O caixa mínimo, por sua vez, trata da reserva financeira necessária para arcar com as despesas da clínica até o efetivo recebimento das vendas a prazo. 

Cuidado. Os valores não são fixos, vão sofrer influência dos dados que você inserir. 

Por exemplo, se inserirmos um estoque inicial com duração para 45 dias e prazo de reposição de 15 dias, o valor de 4.500 sobe para 13 mil reais, quase três vezes o valor. 

O mesmo acontece com o caixa mínimo, veja se inserirmos o pagamento a prazo para 60 e 90 dias. O valor de 14 mil reais sobe para 26 mil reais, quase o dobro. 

Por isso a importância de fazer o plano financeiro específico, com as características do seu negócio. 

O mapa mental e o plano de negócios  

Este é um bônus extra que resolvi te passar.  

Um plano de negócio é o que te conduz ao sucesso. Através dele você consegue reduzir os riscos e evitar possíveis erros.  

Além disso, o plano de negócios também é capaz de ajudar a sua empresa crescer.  

Deixo então este texto para você ler e entender o passo a passo de como fazer o seu plano de negócios e algumas dicas a mais.   

Tenho certeza absoluta que vai ajudar.  

Deixo aqui o Mapa Mental completo para você baixar. No texto acima, você também vai entender por que deve fazer uso de seu mapa. 

Faturamento e ganhos da clínica odontológica 

O faturamento bruto ficou em R$ 31.100 reais. 

Contudo, a margem de lucro líquido alcançou 38%. 

Sendo assim, depois de pagar todas as despesas, o proprietário tem em caixa cerca de 12 mil reais, do qual você pode retirar o seu pró-labore e reinvestir no negócio. 

Você pode usar o Simulador para inserir as características específicas da sua ideia de negócio, e com isso gerar um plano financeiro para a clínica completo, sem conhecer fórmulas e dezenas de conceitos de contabilidade. 

Com ele basta inserir os dados e os cálculos são realizados e readequados automaticamente, apresentando informações detalhadas e fáceis de interpretar. 

Em segundos, além dos dados já vistos, você tem uma tela com resumo e gráficos para analisar a viabilidade do seu negócio. 

Veja algumas das informações disponíveis na tela de resumo: 

  • Investimento 
  • Faturamento e margem de lucro 
  • Capital de giro 
  • Enquadramento tributário 
  • Produtos mais rentáveis 
  • Despesas 
  • Quanto precisa vender para ficar no zero a zero e começar a ter lucro 
  • E muito mais. 

Outra função incrível é o comparador de cenários. É possível simular em tempo real as alterações que impactam diretamente nos ganhos. 

Por exemplo, o que acontece se criar uma promoção com 5% de desconto no preço dos serviços e com isso aumentar em 15% a demanda? Vale a pena?  

E já adianto que sim, aumentaria o seu ganho em aproximadamente R$ 1.500,00. 

Você pode até verificar o melhor regime tributário. Veja a diferença entre o simples e lucro presumido. Seu prejuízo é superior a 3 mil reais.  

Veja mais sobre o simulador clicando aqui. Espero que goste! 

Espaço, estrutura e equipamentos 

A média de espaço para começar uma clínica odontológica é de 40 a 60 metros quadrados. 

A ANVISA traz uma série de regulamentações a serem observadas na estrutura do consultório, por isso sugiro contratar um profissional.  Desde espaçamento para circulação do dentista até instalações elétricas possuem aspectos a serem observados. 

Acredite, compensa pagar um profissional e evitar dores de cabeça, até mesmo porque se reprovar na vigilância sanitária, isso atrasará a abertura da clínica, o que significa perda de dinheiro. 

Em média, um profissional vai cobrar entre 2.000 a 4.000 reais para cuidar do projeto. 

Os principais equipamentos que não podem faltar no consultório são: 
 

  • Cadeira odontológica 
  • Pedal de comando 
  • Mesa do equipo 
  • Suctora 
  • Refletor 
  • Compressor odontológico 
  • Fotopolimerizador 
  • Autoclave odontológica 
  • Ultrassom e jato de bicarbonato 

Se possível, adquira também uma máquina de raio x.

 

Localização 

Caso os valores de aluguéis na região central estejam muito altos, você pode optar por vias de acesso, não costuma ser um problema para o cliente. 

Mas cuidado, é importante que seja acessível, com parada de ônibus ou lotações próximas. 

Diferenciais competitivos 

Dentre os diferenciais competitivos que costumam surtir efeito positivo em clínicas odontológicas estão: 

  • Facilidades de pagamento 
  • Programa de fidelidade 
  • Bom atendimento 
  • Qualidade na prestação de serviços 
  • Comodidades do ambiente, por exemplo, disponibilidade de internet, televisão, água, entre outros. 
  • Agendamento rápido 
  • Qualidade na prestação dos serviços 

Dicas de administração e gestão 

Um erro frequente de quem inicia é começar com menos recursos do que efetivamente precisa. 

Veja, você pode sim começar com menos, mas é preciso readaptar todo seu planejamento financeiro, e não simplesmente manter tudo igual e com falta de recursos. 

Outra dica que parece “óbvia” e que muitos erram é separar as finanças da empresa e pessoal. Retire o pró-labore, o restante é da clínica. 

No entanto, tenha cuidado com o que enxerga como custo no negócio, pois na verdade, pode ser investimento. 

É comum iniciar, investir em marketing, começar a ter retorno e depois parar, pois quer “economizar”. 

Divulgação e marketing é investimento, não despesa.  

Fazendo da forma correta, vai ser o responsável por gerar receita e finalmente alavancar o seu negócio. 

Como divulgar a clínica odontológica 

As estratégias de marketing que de fato trazem melhores resultados são: 

  • Cadastro no Google meu Negócio; 
  • Divulgação nas redes sociais, em especial fotos e vídeos de antes e depois, impulsionando e patrocinando; 
  • Planos e parcerias com empresas e setores; 

Então, o que achou das dicas que te passei? Espero ter ajudado. 

Mas se o seu desejo é montar um negócio do zero e não tem ideia de como começar, não se preocupe. Eu te ajudo!

Basta deixar um recado aqui embaixo, nos comentários, ou entrar em contato comigo

Ah, lembre-se de compartilhar este artigo com amigos e conhecidos que estão em busca de dicas para montar uma clínica odontológica. 

Um forte abraço e até o próximo. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here