Como montar uma empresa de segurança patrimonial

0
1

Qual deve ser o primeiro passo para montar uma empresa de segurança patrimonial? Hoje vamos falar sobre quais serviços oferecer, custo inicial, estrutura ideal, quadro de funcionários e muito mais.

Conheça ainda uma ferramenta capaz de ajudar você a planejar as etapas do seu negócio e montar um plano financeiro completo.

Agora vamos direto para as dicas de como abrir uma empresa de segurança patrimonial.

Por consequência do aumento da criminalidade no Brasil, a contratação de segurança patrimonial aumentou em níveis jamais vistos. Dessa forma, o serviço tornou-se indispensável para muitos empresários.

Atualmente, do pequeno estabelecimento de bairro às grandes empresas, gestores procuram por serviços de segurança patrimonial para proteger os negócios e evitar furtos.

Devido ao crescimento do setor, o serviço com ticket alto e a margem de lucro excelente (acima de 30% em alguns casos), começar sua empresa de segurança patrimonial pode ser o negócio perfeito.

Está interessado em começar uma empresa em um dos segmentos de maior crescimento no país?

Então confira sobre o que vamos falar neste post:

  • Quais serviços oferecer na empresa de segurança?
  • Quanto custa montar uma empresa de segurança patrimonial?
  • Quanto ganha o dono da empresa de segurança patrimonial e vigilância?
  • Estrutura e equipamentos para abrir a empresa de segurança patrimonial
  • Quantos funcionários são necessários?
  • Dicas para conquistar os primeiros clientes
  • Mercado e concorrência

Quais serviços oferecer na empresa de segurança?

Falar sobre empresas de segurança patrimonial é bem abrangente, já que você pode pensar em:

  • portaria;
  • instalação de câmeras;
  • uso de GPS e acompanhamento de veículos;
  • vigilância em guaritas;
  • entre outros serviços.

O setor também abrange a segurança privada, como profissionais armados responsáveis por guardar determinados lugares, por exemplo. É o caso do carro forte e das agências bancárias.

Neste post, vou considerar uma empresa de segurança patrimonial que disponibiliza serviços de vigilantes patrimoniais para empresas, portaria e instalação de sistemas de segurança.

Quanto custa montar uma empresa de segurança patrimonial?

Antes de mais nada, saiba que o valor do investimento inicial para abrir uma empresa de segurança patrimonial pode variar muito. Principalmente em razão da quantidade de vigilantes e clientes atendidos.

Para dizer com precisão quanto você terá que investir, eu precisaria conhecer a fundo sua ideia de negócio.

Contudo sei que você necessita de uma estimativa, a fim de saber a empresa se está dentro do seu orçamento financeiro. Por isso, criei uma simulação com dados concretos de outros empreendedores.

Mas lembre-se: é apenas uma ESTIMATIVA, que não substitui o seu plano financeiro. Nele você levará em consideração as especifidades da sua ideia.

Sendo assim, lancei os dados obtidos no nosso Simulador de Negócios e cheguei ao investimento de 28 a 35 mil reais, para abrir uma empresa de segurança patrimonial de pequeno porte.

Esse valor foi dividido mais ou menos assim:

  • Estrutura e adaptação do ponto comercial: R$ 2.500,00
  • Mobiliário: R$ 4.500,00
  • Equipamentos: R$ 6.000,00
  • Computadores: R$ 2.000,00
  • Servidores: R$ 2.000,00
  • Outros: R$ 4.000,00
  • Capital de Giro: R$ 7.000,00 a R$ 8.000,00

Não considerei no investimento o valor da compra de um veículo, uma vez que o modelo, ano e demais características podem influenciar bastante no valor.

Quanto ganha o dono da empresa de segurança patrimonial e vigilância?

Pensando no investimento mencionado, a estimativa de faturamento bruto da empresa de segurança patrimonial e vigilância fica na casa dos 40 mil reais. Já a margem de ganho líquido é de aproximadamente 30%.

Dessa forma, o que sobra para o dono da empresa em caixa, depois de arcar com todas as despesas do negócio, varia de 12 a 14 mil reais. Esse é o famoso ganho líquido.

Estrutura e equipamentos para abrir a empresa de segurança patrimonial

Quanto à estrutura do negócio, uma empresa de segurança patrimonial pode ser montada em um espaço de 70 m².

Ela deve conter uma área de vigilância, que é o local em que um responsável fará o acompanhamento de situações de risco, recebimento de chamadas de clientes, alarmes disparados e demais ocorrências.

Dentre os equipamentos necessários em uma empresa de segurança patrimonial estão:

  • computadores;
  • servidores;
  • monitores;
  • internet de alta velocidade;
  • equipamentos de uso dos vigilantes, como: lanterna tática, uniforme, aparelho de comunicação, cacetete, entre outros.

Quantos funcionários são necessários?

Costuma-se começar o negócio com pelo menos 8 a 10 funcionários.

É importante contar com os vigilantes ou porteiros nos postos, além de 1 a 2 disponíveis para cobri-los em caso de emergência, além de 1 pessoa para estar na sede da empresa.

Dicas para conquistar os primeiros clientes

Até que a empresa conquiste a aceitação do público, pode ser difícil alcançar os primeiros clientes. Então separei algumas dicas que vão ajudar você a conquistar os clientes iniciais.

Muitos estabelecimentos já possuem uma empresa de vigilância responsável por fornecer os serviços. No entanto, após o fim do contrato anual, é comum a avaliação de novas empresas disponíveis no mercado para encontrar o melhor custo-benefício.

Portanto envie e-mails e propostas para os estabelecimentos da sua cidade, desde condomínios até pontos comerciais. O público-alvo é abrangente.

Usar anúncios patrocinados em redes sociais, como Facebook, também pode ser uma boa ideia. Mas lembre-se de segmentar para empresários e donos de estabelecimentos!

Do mesmo modo, você pode divulgar os serviços em grupos locais, já que é gratuito e facilita a captação de primeiros clientes.

Outro ponto importante é criar um site institucional, afinal é comum a busca por empresas de segurança no Google, e cadastrar a empresa no Google Meu Negócio.

Além disso, visite empresas que ainda não possuem um serviço de vigilante ou portaria, mas faça uma pesquisa prévia desse público.

Mercado e concorrência

Como já mencionei, o mercado de segurança patrimonial e residencial está em alta, com crescimento acima do esperado.

Isso faz com que a atual concorrência não seja um problema, pois novos estabelecimentos e condomínios surgem a cada dia em busca de serviços de segurança.

Possuir portaria ou vigilância, nos dias de hoje, deixou de ser um mero diferencial e se tornou quase uma necessidade.

Na busca por um condomínio, por exemplo, uma das primeiras avaliações é se possui portaria, se é 24 horas e como é a segurança. Principalmente para quem possui filhos pequenos.

A concorrência no setor pode ser vista como baixa a moderada.

Não há tantas empresas no mercado, mas com o objetivo de economizar, alguns estabelecimentos fazem a contratação diretamente com o funcionário, assumindo os encargos trabalhistas e demais obrigações.

Empresa de segurança patrimonial é um bom negócio?

Por fim, montar uma empresa de segurança patrimonial pode ser um ótimo negócio, desde que você faça um planejamento.

Apesar de ser um mercado em expansão, os números da sua empresa é que indicarão se ela é mesmo viável.

Por mais que você tenha um bom capital disponível para investir, faça o plano financeiro do seu negócio. Inclua todos os aspectos da sua ideia e descubra se ela está de acordo com as suas expectativas.

Além disso, siga as dicas que dei aqui para conseguir os primeiros clientes. Dessa forma, você terá muito mais chances de sucesso!

Espero que o conteúdo tenha respondido às suas dúvidas. Se você gostou, envie para outras pessoas interessadas em criação de negócios, gestão e mentalidade empreendedora.

Precisa de ajuda para montar uma empresa de segurança patrimonial? Deixe um comentário ou entre em contato. Um forte abraço e até a próxima!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here