Como Montar uma Loja de Ração

0
94

Investimento necessário, escolha da localização, lista de fornecedores e um cuidado indispensável para não faltar capital de giro. Se você pensa em montar uma loja de ração, precisa dessas informações.

Para descobrir tudo isso, fique comigo até o final deste post. Você também vai conhecer uma ferramenta que pode ajudar no planejamento do seu negócio.

Aproveite e me responda nos comentários: qual é a sua principal dúvida ou dificuldade para começar sua loja de ração?

A partir de agora, você vai conhecer nossas dicas específicas para abrir uma loja de ração de sucesso. Vamos lá?

Um estabelecimento para vender ração pode ser um negócio lucrativo com baixo investimento.

Como ponto positivo, temos a baixa necessidade de equipamentos e móveis, além de um público que compra periodicamente.

Afinal, os animais precisam se alimentar quase com a mesma frequência que os humanos.

As lojas de ração são focadas na venda de alimentos para animais domésticos, como cães, gatos, passarinhos, peixes e coelhos. Em alguns casos, há ração para gado e equinos.

Também podem oferecer produtos complementares: petiscos, ossos de morder, ração molhada (tipo enlatada), biscoitos, suplementos e vitaminas.

Neste post, vamos contar como montar uma loja de ração e tirar suas principais dúvidas. Dentre elas, falaremos sobre:

  • Público-alvo;
  • Localização;
  • Estrutura;
  • Equipamentos;
  • Fornecedores;
  • Funcionários;
  • Investimento;
  • Faturamento;
  • E muito mais!

Vamos lá?

Público-alvo da Loja de Ração

Quem é o público-alvo de uma loja de ração? Os principais compradores são os donos de animais domésticos e os criadores de animais como gado, cavalos, galinhas e patos.

Direcione seu atendimento, produtos e localização para o público que tem maior força de compra na sua região.

Lembre-se de fazer um estudo local detalhado para avaliar a concorrência e a demanda. Dessa forma, você será capaz de descobrir se vale a pena iniciar o negócio ou não.

Um bom começo é observar os concorrentes locais. Se eles vão bem, é sinal de que pode haver oportunidade para montar mais uma loja de ração na cidade.

Localização da Loja de Ração

A localização do ponto de venda precisa ser a mais fácil e estratégica para o seu público-alvo.

Busque uma peça comercial em uma avenida de muito tráfego ou na região central. Além disso, pontos perto de condomínios ou em bairros populosos podem ser ser boas alternativas.

Agora, se o foco é a venda de ração para gado e os fazendeiros são o seu público-alvo, a melhor localização costuma ser em avenidas de ligação com a zona rural.

Estrutura da Loja de Ração

É importante que seu estabelecimento tenha espaço suficiente para armazenar os produtos em estoque. Além disso, ele deve ter um bom ambiente de exposição e permitir a carga e a descarga de mercadorias.

Sendo assim, o ideal é que o ponto comercial tenha, no mínimo, de 30 a 40 metros quadrados de espaço.

Se você for trabalhar principalmente com ração para gado, que tem maior volume, será necessário mais espaço para armazenamento.

Ou você pode optar por trabalhar com representação. Dessa forma, você realiza apenas as vendas, sem necessidade de estoque, e as indústrias entregam diretamente para o cliente.

Salão da Loja de Ração

Nesse espaço, são exibidos os produtos em oferta, organizados em prateleiras ou seções específicas. É importante que seus clientes circulem livremente e encontrem com facilidade o que estão procurando.

Depósito da Loja de Ração

O depósito serve para armazenar as mercadorias que não ficarão expostas no salão, ou seja, funciona como estoque.

Cuide para que seja um lugar arejado e longe de umidade, goteiras ou infiltrações.

Lembre-se de que você trabalhará com armazenamento de rações. Portanto, terá que manter esses alimentos de acordo com as normas da vigilância sanitária do seu município.

Sanitário

É importante contar com um pequeno banheiro para funcionários e, caso precisem utilizar, clientes.

Não é necessário começar com uma estrutura grande. Você pode abrir um ponto pequeno e expandir aos poucos, à medida que seu negócio crescer.

Organização e atendimento são diferenciais valiosos. Por isso, fique atento ao seu cliente, pois ele deve encontrar facilmente o que procura e ser muito bem atendido.

Mantenha o depósito bem organizado, com produtos fáceis de localizar, de modo que não envelheçam.

Para isso, uma boa dica é criar um sistema de rotação. Assim, você garante que os primeiros produtos a entrarem no estoque serão sempre os primeiros colocados à venda.

Você também pode criar promoções e descontos para produtos com prazos de vencimento próximos.

Equipamentos e mobiliário

Os equipamentos e móveis para montar uma loja de ração podem ser facilmente encontrados e não gerarão muita despesa.

Entre eles estão:

  • Balança;
  • Computador;
  • Impressora;
  • Balcão de atendimento e caixa;
  • Banquetas ou cadeiras;
  • Caixa registradora;
  • Prateleiras;
  • Depósitos plásticos para guardar ração;
  • Entre outros.

Fornecedores para Lojas de Ração

Realize uma pesquisa para encontrar produtos de qualidade com os melhores preços, mas não se esqueça da pontualidade. Atrasos ou suspensões de entregas podem comprometer suas vendas e causar aborrecimentos aos clientes.

Ao escolher os fornecedores, leve em consideração os seguintes fatores:

  • Preço;
  • Promoções e descontos;
  • Variedade de marcas;
  • Prazos de entregas;
  • Formas de pagamento;
  • Atendimento.

Funcionários da Loja de Ração

Para abrir uma loja de ração, você precisará pelo menos de um funcionário. Ele terá a função de assessorar no atendimento aos clientes e na organização do estoque.

Procure pessoas de iniciativa, que saibam trabalhar com vendas e, de preferência, que entendam de cuidados básicos com animais.

Investimento na Loja

Quer saber o valor que você gastará para montar uma loja de ração? Para isso, é essencial conhecer a fundo os números e as expectativas do seu negócio. Afinal, cada caso é um caso.

Ao mesmo tempo, sabemos que você precisa de uma estimativa para descobrir o negócio é viável para o seu orçamento. Então fizemos uma análise com dados coletados e informações de outros empreendedores do setor.

Cuidado! Essa estimativa não substitui a necessidade de fazer sua própria simulação. Você precisa de um plano financeiro para montar sua loja de ração.

Para chegar nos valores a seguir, usamos nosso Simulador de Negócios. Lembra da ferramenta que mencionamos lá no começo do post? Ele é interativo e automatizado. Basta lançar as informações e os cálculos são feitos!

A estimativa de investimento total para uma loja de pequeno porte, com aproximadamente 40 metros quadrados, é de R$ 55 mil.

Veja abaixo como esse valor foi dividido!

Adaptação da Estrutura

É provável que você tenha alguns gastos para adaptar o ponto comercial. Por exemplo: fachada, pintura, iluminação, revisão da rede elétrica, dedetização, entre outros.

Em média, o valor gasto é de R$ 3 mil.

Equipamentos e Móveis

Para comprar equipamentos e móveis necessários, principalmente prateleiras e estrutura de exposição, o investimento médio varia entre R$ 10 e 14 mil.

Estoque da Loja de Ração

O investimento no estoque de ração dependerá de alguns aspectos. Qual é a expectativa de clientes a serem atendidos? E qual é o prazo de entrega dos fornecedores para novos pedidos?

Se o fornecedor demora 10 dias para entregar, você precisa de estoque para 10 dias. Ou seja, se o prazo de entrega é de 30 dias, o estoque mínimo deve ser suficiente para 30 dias de vendas.

Assim como existem rações mais caras, como as versões Premium, que têm uma diversidade maior de nutrientes, há opções mais baratas. Tudo isso influenciará no valor do seu estoque.

Segundo informações de empresários no segmento, um “bom estoque” inicial varia de R$ 17 a 21 mil para ser adquirido.

Esse valor já inclui produtos complementares, como vitaminas.

Capital de Giro da Loja de Ração

Você já ouviu falar sobre capital de giro? É uma espécie de “reserva” que garante o funcionamento do estabelecimento até que você receba as vendas a prazo. 

Para o capital de giro de uma loja de ração, calculamos um valor estimado de R$ 10 mil.

Mas atenção: nesse tipo de negócio, o capital de giro pode ser muito maior.

Imagine que você montou a sua loja e está vendendo R$ 60 mil por mês de ração para gado. No entanto, as vendas foram feitas com prazo para pagamento de 45 dias no boleto.

Logo, você precisa ter capital de giro para bancar 45 dias de vendas. Arredondando, 45 dias vezes R$ 2 mil de vendas por dia, o que significa R$ 90 mil em capital de giro.

É por isso que você deve fazer seu próprio plano financeiro. Com ele, é possível calcular corretamente o valor do capital de giro, o ponto de equilíbrio e a lucratividade da loja de ração.

Faturamento da Loja de Ração

Uma loja de ração estável, com clientela fidelizada, tem um bom faturamento. Em torno de R$ 20 a 27 mil mensais bruto.

O percentual de ganho líquido varia entre 27% e 35%. Assim, estima-se que a loja consiga retirar entre R$ 5.500,00 e R$ 8.000,00, como ganho líquido.

Montar uma loja de ração vale a pena?

Pode ser um ótimo negócio! Porém, vai depender do quanto você está alinhado com o projeto e disposto a fazer a loja dar certo.

Depende também da localização e do atendimento, mas principalmente dos números da loja de ração.

Isso porque são eles que vão dizer se investir o seu dinheiro na loja é realmente um bom negócio. Além do mais, números indicam quanto é possível lucrar e qual é o mínimo de ração que você precisa vender para começar a ter lucro.

Avalie todos esses dados com atenção e descubra se abrir uma loja de ração vale a pena para você.

Gostou do post? Deixe seu like e acompanhe os novos conteúdos sobre criação de negócios, gestão e mentalidade empreendedora.

Se ainda tiver dúvidas sobre como montar a sua loja de ração, entre em contato ou escreva um comentário.

Um forte abraço e até breve!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here