Como Montar um Sexy Shop

2
152

Valor do investimento, onde encontrar fornecedores, localização ideal do sexy shop e três dicas para vender mais.

Fique comigo até o final deste post. Você vai descobrir tudo isso e conhecer ainda uma ferramenta que pode usar para planejar seu sexy shop.

Aproveite e já deixe nos comentários: qual é a sua principal dúvida ou dificuldade para montar seu sexy shop?

A partir de agora vamos direto para as dicas para você abrir um sexy shop de sucesso.

Trabalhar no segmento erótico pode ser uma excelente ideia de negócio com potencial de ganhos incríveis.

Esse é um dos mercados que mais cresce e o melhor é que a concorrência ainda é pequena, além do investimento inicial considerado baixo.

Ficou interessado?

Então veja neste post como montar um sexy shop. Você vai encontrar informações valiosas, como:

  • Escolha da localização
  • Produtos mais vendidos
  • Valor de investimento inicial
  • Ganhos
  • Estratégias de marketing
  • E mais!

Vamos lá?

Mercado e Concorrência

O mercado erótico movimenta mais de 1 bilhão de reais por ano. No Brasil, o crescimento do setor é muito acima da média.

Além disso, a baixa concorrência é um fator positivo e permite que novos empresários ingressem no ramo com boas expectativas.

É muito comum encontrarmos cidades com até 50 mil habitantes sem um único sexy shop.

Localização e Espaço do Sexy Shop

Um dos cuidados mais importantes ao montar um sexy shop é com a localização.

Por ser um tipo de loja em que os clientes desejam certo anonimato, é preciso encontrar um local de fácil acesso, próximo a um bom fluxo de pessoas, mas que seja discreto.

Caso não encontre o ambiente ideal, você pode adaptar a peça comercial para trazer discrição. Por exemplo, aplicando insufilm na vitrine ou colocando uma parede que separe a recepção do ambiente onde ficam os produtos.

Para abrir o sexy shop, é recomendável que o tamanho da peça comercial seja a partir de 35 m². Assim, você pode manter uma recepção, um espaço para apresentação dos produtos e um estoque.

O que vender no Sexy Shop?

Novos produtos eróticos chegam ao mercado todos os dias, por isso é importante estar atento às tendências.

Dentre os produtos com mais saída estão:

  • Fantasias;
  • Vibradores;
  • Produtos corporais como óleos e cremes;
  • Bolinhas sensuais;
  • Próteses;
  • Jogos e acessórios para brincadeiras;
  • Entre outros.

Fornecedores para Sexy Shop

Os fornecedores são responsáveis diretos pelo sucesso do seu negócio.

Por esse motivo, separei os seis fatores mais importantes para observar no momento da escolha:

  • Preço;
  • Qualidade dos produtos;
  • Variedade;
  • Tempo de entrega;
  • Formas e prazos de pagamento;
  • Atenção às tendências e oferta de novos produtos regularmente.

Além de comprar diretamente com fornecedores, é possível ir até grandes centros comerciais e fazer a aquisição como lojista.

Essa modalidade é menos cômoda, mas os preços dos produtos costumam ser menores.

Você também pode fazer as compras pela internet na forma de atacado e conseguir bons preços. Um ponto positivo é a comodidade de receber os itens na sua loja, sem maiores esforços.

Plano financeiro do Sexy Shop

Antes de montar o seu sexy shop, você precisa fazer o plano financeiro do negócio.

Através dele, você descobrirá se uma ideia é realmente viável na sua cidade ou região.

Dentre as informações constantes no plano estão:

  • Investimento inicial;
  • Gastos operacionais;
  • Expectativa de faturamento;
  • Ganho líquido;
  • Ponto de Equilíbrio (famoso zero a zero);
  • Entre outras.

Ao analisar cuidadosamente e corretamente esses dados, você poderá iniciar o seu sexy shop com maior certeza de sucesso. Isso não é ótimo?

Investimento no Sexy Shop

O investimento para abrir um sexy shop pode variar de acordo com diversos fatores. São eles: tamanho do seu estoque inicial, gasto com adaptação da estrutura interna, decoração, mobília, entre outros.

Portanto, dizer que você gastará 20, 40 ou 100 mil reais, sem conhecer a fundo o seu negócio, seria uma espécie de “chute”.

Assim, fiz um estudo de mercado e colhi informações de outros empreendedores do setor para criar uma ESTIMATIVA MÉDIA.

Cuidado! Essa estimativa serve apenas como base para você descobrir se o negócio está ou não dentro das suas possibilidades.

Ela não exclui a necessidade de fazer seu próprio plano financeiro antes de montar um sexy shop.

Para os dados que apontaremos, o sexy shop é de pequeno porte (em torno de 35 m²), mobília básica e simples (estritamente o necessário) e um estoque razoável, suficiente para iniciar.

Vamos aos dados?

O investimento total varia entre 35 e 45 mil reais, distribuído da seguinte forma:

Estrutura

A estrutura compreende a adaptação do ponto comercial, a decoração, a fachada, a pintura, entre outros.

A média de valor gasto é de 5 a 8 mil reais.

Mobília e equipamentos

O gasto médio com mobília e equipamentos para abrir um sexy shop varia entre 8 a 12 mil reais.

Estamos falando de móveis simples, sem luxo, apenas o necessário para que seu sexy shop fique confortável e bem apresentável.

Estoque

A maior variação de valores entre um sexy shop e outro está no estoque. Justamente porque cada um tem uma expectativa diferente de clientes a serem alcançados.

Contudo, chegamos a um investimento mínimo que aparentemente se adequa à maioria das situações. O valor é a partir de 12 mil reais.

Capital de Giro

O capital de giro é a quantia necessária para arcar com as despesas operacionais do negócio. Além disso, é responsável por bancar a reposição do estoque até que o sexy shop receba as vendas a prazo.

Para calculá-lo, deve-se levar em consideração variáveis como: caixa mínimo, prazos de pagamento de fornecedores e o tempo médio de recebimento das compras realizadas pelos clientes.

Nesta estimativa, o nosso simulador apontou o valor de 8 mil reais de capital de giro.

Faturamento do Sexy Shop

Um sexy shop já consolidado e com bom fluxo de clientes, o que costuma acontecer a partir de 6 a 8 meses de atividade, fatura bruto entre 30 e 40 mil reais.

A margem de ganho líquido gira entre 20 e 25%, um percentual considerado alto no mundo dos negócios.

Assim, ao final do mês, costuma sobrar entre 6.500 e 10 mil reais.

Esse valor pode variar e a tendência é que, à medida que o negócio for se tornando mais conhecido, o faturamento cresça.

Lembrando: esses números são estimativas. Antes de começar, é recomentado que você faça seu próprio plano financeiro.

Como vender desde o primeiro dia

Para começar um sexy shop, já fazer sucesso e vender, é preciso pôr em prática estratégias de divulgação.

Para sexy shop, as estratégias que têm funcionado melhor e mais rápido são:

  • Divulgação dos produtos nas redes sociais;
  • Vídeos com dicas para apimentar a relação e sugestão de produtos;
  • Panfletagem em pontos estratégicos como: próximo a salão de beleza, boates e bares noturnos.

Outra boa dica é encontrar pessoas para fazer a venda direta (porta a porta). Assim, elas levam seus produtos e ganham percentual de cada venda.

É uma excelente forma de tornar o sexy shop conhecido e ao mesmo tempo aumentar o faturamento.

Montar um Sexy Shop é uma boa ideia?

Pode ser uma ótima ideia. Para aumentar suas chances de sucesso, faça um plano financeiro antes de iniciar o sexy shop.

Com ele, descubra se o valor do investimento, incluindo o capital de giro e o estoque, está dentro do seu orçamento.

Veja também se os números de lucratividade, ponto de equilíbrio e retorno do investimento são favoráveis. Assim, você aumenta bastante as suas chances de sucesso.

Esse conteúdo foi útil para você? Então não esqueça de deixar o seu like e compartilhar com mais pessoas. Continue acompanhando para novidades sobre criação de negócios, gestão e mentalidade empreendedora.

Precisa de ajuda para montar um sexy shop? Deixe um comentário ou entre em contato.

Um forte abraço e até breve!

2 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here