Como montar um bazar 

0
4

Pensando em abrir seu próprio bazar do zero, mas não sabe por onde começar? 

Não se preocupe. Neste post eu vou te dar dicas de localização, estrutura, faturamento e muito mais. 

Inclusive, vou te apresentar uma ferramenta muito útil que vai te ajudar com os cálculos de investimento, margem de lucro, despesas além de outros pontos importantes. 

Saiba que o bazar é um comércio que vende diversos itens, desde bijuterias, roupas, bolsas, acessórios, artesanato até brinquedos.  

Dessa forma, é possível sim, abrir um bazar com mercadorias novas ou usadas, ambas as opções podem ser lucrativas. 

Um dos pontos positivos de abrir um bazar é a despesa fixa que, no geral, é baixa. 

Decidiu montar seu próprio bazar de novos e usados? Então vamos lá! 

Dicas de investimento, localização, margem de lucro e muito mais para montar o seu bazar

Neste post eu vou falar sobre: 

  • Quanto custa abrir um bazar 
  • Quanto ganha o dono de um bazar: faturamento e ganho líquido 
  • Estrutura, espaço e mobiliário 
  • O que vender em um bazar 
  • Fornecedores para bazar 
  • Produtos usados versus novos: qual é melhor? 
  • Localização ideal para montar um bazar 
  • Marketing e Vendas: como conquistar clientes 

Quanto custa montar um bazar 

Não há como te passar um valor exato, afinal, posso listar mais de dez fatores que vão influenciar no cálculo. 

Por exemplo: quantidade de estoque, a expectativa de vendas, se os produtos serão novos ou usados, o número de funcionários, entre outros. 

Contudo, como eu sei que você precisa de uma estimativa, até mesmo para saber se a ideia está dentro da sua expectativa de investimento e retorno, eu criei um plano financeiro usando o simulador de negócios. 

Mas lembre-se, os dados que vou te passar são uma estimativa e não substituem o seu próprio plano financeiro levando em consideração os detalhes do seu bazar. 

Para a simulação levei em conta um bazar de pequeno porte, com 2 funcionários e uma estimativa de faturamento bruto em torno de R$ 27 mil reais. 

O valor total ficou entre R$ 26 e R$ 30 mil reais, utilizados assim: 

  • Capital de giro: R$ 19 a 20 mil reais, sendo R$ 15 mil reais de estoque inicial e R$ 4.500 a R$ 5.000 reais de caixa mínimo. 
  • Estrutura inicial, por exemplo, mobiliário, adaptação do ponto comercial, caução de aluguel, legalização, entre outros: R$ 8 a R$ 9 mil reais. 

Quanto ganha o dono de um bazar: faturamento e ganho líquido 

O faturamento bruto do bazar do plano financeiro ficou entre R$ 26 e R$ 27 mil reais.  

A margem de lucro líquido ficou em 27%. 

Isso significa que o dono do bazar tem em caixa aproximadamente R$ 7 mil reais depois de pagar todas as despesas do negócio e considerando uma retirada de pró-labore de um salário mínimo. 

Você pode fazer o seu próprio plano financeiro usando a ferramenta do vídeo! 

Com ela basta inserir alguns dados simples e os cálculos são feitos automaticamente. Ao final, você recebe informações fáceis de interpretar, além de uma tela com resumo e gráficos.  

Dentre as informações geradas pelo Simulador estão: 

  • Investimento inicial 
  • Faturamento líquido 
  • Margem de lucro líquido 
  • Capital de giro 
  • Melhor enquadramento empresarial e tributário 
  • Produtos mais rentáveis  
  • Prazo de retorno sobre o investimento 
  • Despesas fixas e variáveis 
  • Ponto de equilíbrio: famoso zero a zero 
  • Informações exigidas por bancos para conceder empréstimo empresarial 

E muito mais! 

Você pode conhecer melhor o simulador clicando aqui no link. Espero que goste! 

E tenho uma boa notícia: de bônus vou deixar este modelo do bazar lá no meu canal do Youtube para você usar e adaptar. Corre para conferir! 

Estrutura, espaço e mobiliário 

A estrutura do bazar é um tanto simples. Você vai precisar de um espaço de 40 a 60 m² com expositores, balcões, prateleiras, caixa e mostruários.  

Também é importante manter um ambiente de estoque bem arejado, além de um provador para que os clientes possam experimentar as roupas e acessórios vendidos. 

O que vender em um bazar 

O bazar, inclusive, é conhecido por trazer diferentes tipos de produtos e não há uma regra para o que pode ou não ser vendido.  

Contudo, existem alguns itens que costumam ser os mais buscados, são eles: 

  • Roupas 
  • Acessórios 
  • Semijoias 
  • Brinquedos 
  • Eletrônicos  
  • Artesanato 

Você pode encontrar bazares que vendem artigos de cozinha como pratos, taças, talheres, entre outros.  

A dica é observar o que o seu público deseja, quais são os produtos que entram perguntando com maior frequência.  

Também, pode ir até os concorrentes e ver o que os clientes mais compram. 

Fornecedores para bazar 

O capital de giro necessário, a margem de lucro, preço final, a variedade e muitos outros fatores importantes para o sucesso do negócio estão diretamente relacionados aos fornecedores do bazar. 

Por exemplo, se um fornecedor precisar de 30 dias para repor o estoque, você vai precisar de mais produtos represados para suprir a demanda durante o período, diferente se o prazo for 7 dias, e assim, influenciando no valor do capital de giro. 

Sabendo da importância do fornecedor, separei alguns aspectos a serem levados em consideração no momento da escolha do fornecedor. 

Da mesma forma, deixo uma lista de fornecedores para você dar início às suas análises de qual é o melhor para o seu bazar. 

Eu vou deixara lista de fornecedores para bazar mais abaixo. Espero que goste!  

Na escolha dos mesmos, considere: 

  • Preço 
  • Qualidade das mercadorias 
  • Variedade de produtos e marcas 
  • Prazo de reposição  
  • Política de troca de produtos com defeitos 
  • Serviço de atendimento ao cliente 

Produtos usados versus novos: qual é melhor? 

Vender produtos novos ou usados, o que é mais lucrativo? A resposta é, ambos! 

Tanto os produtos novos quanto usados são lucrativos, mas o público alvo é diferente. 

O problema enfrentado por bazares que trabalham com produtos usados é conseguir fornecedores recorrentes. É comum a falta de mercadorias ou perda de qualidade. 

Por isso optar por um bazar com produtos novos tende a ser uma opção com rendimentos mais estável quando se pensa em médio a longo prazo. 

Contudo, se você tem bons fornecedores de artigos usados para bazar pode sim ser muito lucrativo. 

Localização ideal para montar um bazar 

Regiões centrais costumam ser bons pontos para abrir um bazar, tanto pelo volume de pessoas que transitam quanto pela facilidade de se deslocar até lá, já que normalmente está próxima a paradas de ônibus ou do local de trabalho das pessoas. 

Mas há um problema nessas regiões, o custo do aluguel. 

Uma despesa com aluguel muito alta pode inviabilizar seus ganhos, neste caso, procurar por ruas de acesso à região central com alto tráfego de veículos pode ser uma solução. 

Dessa forma, os bazares de bairros tem se tornado um sucesso.  

Enfim, se este for seu plano, verifique se o bairro é populoso e comporta um bazar na avenida principal.  

Marketing e Vendas: como conquistar clientes 

Algumas das estratégias que tem trazido melhores resultados para bazares são: 

  • Boa vitrine, explorando os produtos com maior saída e decoração atrativa 
  • Anúncios e publicações com fotos dos produtos nas redes sociais como Facebook e Instagram 
  • Panfletagem 
  • Sorteios de produtos do bazar para quem indicar, marcar e comentar para os conhecidos nas redes sociais. 

Oferecer incentivos para que os clientes comprem mais de um produto também pode ser uma excelente técnica de venda capaz de aumentar o faturamento do bazar. 

Gostou das dicas para montar o seu bazar?

Então compartilhe este post com todos aqueles que você sabe que também tem interesse nestas dicas.

Quer montar seu próprio negócio, porém sabe por onde começar? Deixe seu recado aqui nos comentários ou entre em contato comigo, eu vou te ajudar!

Até o próximo e um abraço!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here